Sobre nada

Não consigo me recordar do dia em que comecei a escrever notas e comentários sobre os acontecimentos da minha vida. Também não consigo me lembrar o motivo que me levou a escrever sobre cada um deles. O fato é que essa prática me acompanha há muitos anos – nos bons e nos maus momentos.

Tenho a sensação de que muitas das minhas anotações são apenas fragmentos desconexos, soltos no tempo e espaço, que me ajudam a analisar o conjunto da obra de minha vida, fazendo com que eu pense e repense meus conflitos pessoais e com o mundo, analise minhas experiências e aprenda a lidar melhor com minhas frustrações, peculiaridades, egoísmos, medos e desejos.

Não me recordo como tudo começou, mas sei muito bem que, hoje, o ato de escrever se tornou uma maneira de me expressar, de expressar meus sentimentos e opiniões sem receio, e, principalmente, de exorcizar meus demônios.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s