Amor incondicional

Quando assisti ao filme “Marley e Eu”, chorei muito com a morte do cachorro, senti a perda com os membros daquela família e fiquei pensando na possibilidade de um dia ficar sem a minha Mel, que é a minha paixão (ela é a minha bebê, minha filhinha do coração). Agora, ao assistir “Sempre ao seu lado”, entendi perfeitamente que o inverso – o cachorro sem seu amigo – também é muito doloroso. Perder um amigo, o melhor amigo, não é fácil. Dói demais em quem fica.

Fiquei encantada pela história retrada no filme e, acima de tudo, pelo amor incondicional e sincero do Hachiko por seu dono-amigo. Fiquei ainda mais apaixonada pelo fato de saber que essa história é verídica: Hachiko realmente existiu.

Hachiko: a dog’s story | Sempre ao seu lado

Só quem tem – ou teve – um cachorro sabe o que é esse sentimento e o quanto ele é forte e verdadeiro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s