2012, seu lindo

Felicidade

Dois mil e doze. Que ano bom! Depois de sete anos de atribulações, finalmente chegou 2012, marcando profundamente minha vida. Foi um ano cheio de graças.

A maior delas foi a chegada do rim do meu pai, em 28 de julho de 2012. Que dia lindo e feliz. Só Deus sabe o quanto esse momento foi aguardado. Acho que, para sempre, lembrarei de detalhes como o número 55 (inicial do telefone do Hospital do Rim) aparecendo no visor do celular do meu pai e da cara de felicidade dele, dizendo que estava com vontade de dançar em cima do carro (na Radial); o enfermeiro William dizendo “um dos rins é do seu pai”; a revolta e tristeza que tomavam conta de mim minutos antes dessa ligação (até então, meu pai não conseguiria o rim) e de como me senti após receber a notícia; a fé e segurança que eu tinha de que o transplante ocorreria com perfeição; a emoção ao ver, poucas horas depois do transplante, que o rim estava funcionando bem; de ver meu pai andando sozinho, no dia seguinte da cirurgia… A felicidade foi/é tão grande que não sei como descrevê-la. Só posso agradecer.

2012-08-17-11_1.png

Outro ponto forte desse ano foi minha primeira viagem internacional. Apesar de ser aqui “pertinho”, foi especial conhecer Buenos Aires, uma cidade bonita, onde as pessoas parecem aproveitar mais a vida do que nós, brasileiros. Muitos cafés, teatros, cinemas, museu. Ah, o Museo Nacional de Bellas Artes. Poderia passar boa parte do dia ali, encantada, perdida entre uma tela de Manet e de Renoir, ou paralisada diante da tela Lhe berge da Seine (Orlas do Sena), de Monet. E me apaixonei pelos bairros de Puerto Madero, Palermo e Recoleta.

bs-as.png

Este ano também me proporcionou a oportunidade de assistir a uma apresentação do maestro holandês André Rieu, em 7 de junho, no Ibirapuera. Espetáculo lindo, encantador, emocionante, divertido. Mas nada supera a felicidade e satisfação estampadas nos rostos dos meus pais. Para mim, essa foi a melhor parte do show, que encerrou com um gracejo do maestro e sua orquestra, que tocaram “Ai se eu te pego”. 🙂

DSC09142_thumb.jpg

É claro que nem tudo foi “oba oba” ao longo de 2012. O ano trouxe uma série de altos e baixos; algumas “crises” e saudades; alguns planos que falharam e outros que foram alterados; surgiram desejos que (por hora, ao menos) não serão saciados; momentos de lucidez; muitas dúvidas e inseguranças; diversas decisões; ainda mais crescimento e amadurecimento.

Posso dizer, sem medo de errar, que 2012 foi um ótimo ano. A ele, “muito obrigada por tudo”. Já para 2013, que está prestes a começar, desejo que ele venha carregado de bênçãos, de prosperidade, de saúde e cura, felicidade, união, amor… Que ele venha repleto da presença de Deus.

A todos nós, um Feliz Ano Novo! três cravos

Anúncios

3 comentários sobre “2012, seu lindo

  1. Pelo jeito, todo mundo teve um 2012 cheinho de coisas boas. Maravilha! Tomara que 2013 seja tão bom (ou melhor ainda) para todo mundo. Feliz 2013!

  2. Vc não tem idéia de como eu fico feliz qdo vejo que alguém fez transplante. É uma coisa que me emociona demais. Já passei por essa espera e sei o qto é ruim. Tb fiz transplante de rim, num hospital aqui de SC no ano passado. É um processo delicado, mas que vale muito a pena. A chance de recomeçarmos nossas vidas é inexplicável. Desejo toda sorte do mundo pro seu pai nessa fase de recuperação. E feliz ano novo pra vc e sua família. Gostei muito do seu blog.

  3. Sem dúvida 2012 foi um ano que trouxe felicidades à nós duas. Você sabe como eu fiquei feliz quando soube. Feliz porque gosto de você e porque com certeza seu pai merecia muito.
    Agora, bóra pra frente. 2013 vem aí com mto mais surpresas.
    beijos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s