13, um dia estranho

Lá e cá, dois mundos

Por Paula

.

São Paulo, 13 de junho de 2013, 18h30. Fim de expediente na editora. Desci 12 andares e, como sempre faço, caminhei pela Avenida Paulista em direção ao metrô. Nas calçadas, uma movimentação diferente, muito abaixo do normal – a avenida símbolo de São Paulo estava praticamente deserta. Assustador.

Enquanto caminhava, observei um mínimo grupo de jovens criando e pintando cartazes em frente a um shopping. Os seguranças apenas observavam; não representavam perigo. Frases como “O povo não é otário”, “R$ 0,20 não”, entre outras, aos poucos ocupavam o espaço vazio de cada papel espalhado no chão. Intimamente, senti uma pontinha de felicidade. “O brasileiro não está morto”.

Para qualquer lado que eu olhasse, apenas o vazio. Àquela altura, viaturas de polícia já fechavam as ruas de acesso à avenida, bem como já interditavam a Consolação. O segundo protesto contra o aumento de R$ 0,20 nas tarifas do…

Ver o post original 825 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s