Não

Há alguns dias, escrevi que leva um tempo, um bom tempo, até a gente aprender algumas coisas importantes, até vermos quem/o que vale a pena ser preservado em nossas vidas, e que amor-próprio é fundamental para alcançarmos o “grande e nobre” objetivo de nos amarmos e nos fazermos felizes – afinal, se não fizermos isso por nós, quem fará?!

E então, nesta semana, eu tive mais uma prova do quanto isso é essencial, de como é importante nos valorizarmos. Por nós. Por nossa autoestima. Por nossa tranquilidade e pela garantia de colocar a cabeça no travesseiro, à noite, e poder dizer para si mesma: “eu tenho valor, eu tenho valores”.

E foi aí que eu (re)aprendi a dizer NÃO para pessoas que têm o hábito de desvalorizar os outros, que estão acostumadas a menosprezar o trabalho alheio, que acham que migalhas são o suficiente para os “parceiros”. Não. Não. Mais uma vez: não.

não

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s