Quotes about me

Fazia muito tempo que eu não relia as quotes que eu havia postado aqui. De algum modo, eu sentia como se elas não dissessem mais nada – ou, ao menos, não tanto – sobre quem eu sou agora, anos depois. Mas a maioria delas continua fazendo total sentido sobre a minha vida, sobre o meu momento, sobre mim.

“Ninguém espera que puxem abruptamente o seu tapete. Acontecimentos capazes de mudar a vida não costumam se fazer anunciar. Embora o instinto e a intuição possam ajudar dando alguns sinais, pouco podem fazer para preparar você para o sentimento de desarraigamento que se segue quando o destino vira seu mundo de pernas para o ar. Raiva, confusão, tristeza e frustração mesclam-se dentro de você num turbilhão. Leva anos para que a poeira emocional assente, enquanto você se empenha ao máximo apenas para conseguir ver através da tempestade”. [Slash]

“Vivi altos e baixos extremos e enfrentei todos até o fim. Mas quando estão tão próximos que parecem se entrelaçar, se tornam algo alienante. É algo mais também; de repente, o que antes fora familiar fica estranho e nada se mantém estável”. [Slash]

“Eu não vou me desculpar pelo que sou.
Eu não vou me desculpar pelo que necessito.
Eu não vou me desculpar pelo que quero”.
[Frank Mackey (Tom Cruise) em Magnólia]

“(…) Essa maldita vida. / É tão difícil. / Ah Deus! / A vida não é curta, é longa. (…)
[trecho de Magnólia – ? para Phil]

“Estou cansada, cada vez mais incompreendida e insatisfeita comigo, com a vida e com os outros. Diz-me, porque não nasci igual aos outros, sem dúvidas, sem desejos de impossível? E é isso que me traz sempre desvairada, incompatível com a vida que toda a gente vive…” [Florbela Espanca]

“Quando eu olho para trás eu vejo tanto esforço, tanta dedicação, tanto trabalho. Para quê? E a minha vida? A minha vida eu guardei para depois. Mas eu nunca pensei que poderia não haver um depois.” [E Se Fosse Verdade/Just Like Heaven, 2005]

 “… entrei num ritmo frenético de pensamentos e, de repente, dá uma caída e você entra num lugar estranho dentro de você mesma…”

 “Eu quero deixar uma marca. Mas (…) as marcas que os seres humanos deixam são, com frequência, cicatrizes.” [A Culpa é das Estrelas]

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s